sexta-feira, 18 de agosto de 2017

AMOR E PERDÃO - FAZ PARTE DO MESMO PACOTE!

Estamos casados a 41 anos. Uma trajetória que nos ensinou muito sobre a dinâmica do amor e do perdão. Na cerimônia de casamento o celebrante conduz os noivos a declarar amor incondicional um ao outro. Pouco é citado que nesta declaração  de amor incondicional está no pacote o perdão. O amor alimenta o casamento, o perdão zera os negativos que vão acumulando no dia a dia do casamento. Essa dinâmica  é fundamental para todos os tipos e relacionamentos interpessoais. O Cristão ao nascer de novo  faz esse compromisso bíblico  de amar e perdoar.

sábado, 12 de agosto de 2017

PATERNIDADE NO DNA DO DEUS, ABA, PAI!

   ".. Bem – aventurado aquele que teme ao  Senhor e anda nos seus caminhos! Você comerá do fruto do seu trabalho, e será feliz e próspero. Sua mulher será como videira frutífera em sua casa; seus filhos serão como brotos de oliveira ao redor da sua mesa. Assim será abençoado o homem que teme o Senhor “ ( Sl.128: 1-4)
Sou um pai abençoado de três filhos, que já me deram quatro netos. Como pai e avô cristão sinto-me encorajado neste data  especial do dia dos pais, trazer uma palavra a todos os pais cristãos. Por se tratar de  uma data comemorativa, leva-nos a  uma profunda reflexão do nosso papel como homens de Deus, na sublime tarefa de exercer uma paternidade responsável e comprometida com os valores de Deus. A paternidade é uma promessa de bênção para todos os pais que seguirem as seguintes recomendações bíblicas:

sábado, 5 de agosto de 2017

CRENTE CHEIO DA VIDA DE DEUS FRUTIFICA!


O crente cheio da vida de Deus frutifica naturalmente. Impossível não frutificar! Uma árvore frutífera não pede para dar frutos, na estação própria frutifica. O mundo está carente de crentes que vive a vida de Deus. Essa frutificação não é subjetiva, apenas de boas intenções, mas objetivamente  na prática de boas obras. 

Em que sentido o crente cheio da vida de Deus  frutifica?

sábado, 29 de julho de 2017

DÍZIMO - NEM DA LEI NEM DA GRAÇA, É BÍBLICO!

Pela generosa longanimidade de Deus respiramos o tempo da dispensação da Graça. Os sinais evidenciam o tempo do fim. É missão da Igreja do Senhor Jesus Cristo proclamar o Evangelho da Graça. É compreensível uma dura oposição, de Satanás, para impedir o avanço da igreja. O que não é compreensível são oposições internas de questões teológicas que nada acrescentam a expansão do Evangelho. Quem entra noYouTube encontra uma verdadeira batalha campal entre lideres religiosos. Ouvi no YouTube duas mensagens de dois expoentes lideres evangélicos sobre o dízimo. Uma pregação defendendo que o dizimo não se aplica no Novo Testamento. A outra mensagem que o dizimo não mudou e se aplica no Novo Testamento.  A pergunta óbvia, é: Como fica a cabeça de um novo convertido? Como fica a posição daquele crente evasivo que não tem compromisso com a Obra de Deus? Se pudéssemos medir o combustão toxico teológico o nível de poluição não estaria abaixo do elevado nível de poluição do nosso planeta. A consequência, a poluição tóxica teológica tem contribuído  para  efeito  frieza espiritual do povo de Deus. A igreja vive uma descrença  na sua essência.
Compartilharei a minha  experiência cristã de 56 anos nessa área de contribuição :

sábado, 15 de julho de 2017

ENCARE SEUS ERROS, ARREPENDA-SE!

“... o filho mais novo reuniu tudo o que tinha, e foi para uma região distante; e lá desperdiçou os seus bens vivendo irresponsavelmente..."  ( Lucas 15:13)   
A conhecida frase "errar é humano" é alivio para mortais pecadores como nós. Mas não é um estimulador para práticas irresponsáveis. Em nossas experiências em ministrar pessoas, deparamos com situações em que nem todas  sabem como  lidar com os seus erros. O mais grave é que os erros são  repetitivos como se fossem uma herança hereditária, cultural.  
Para encarar essa questão é preciso entender que estar livre dos erros do passado não significa ser uma pessoa perfeita. Sempre vão acontecer novos erros em nossas vidas. Mas devem ser encarados como ocasionais ou acidentais. Em todos os casos precisam ser corrigidos e eliminados. Não devemos esperar perfeição, nem tão pouco contentar com a imperfeição.
Como Lidar com os Erros?

sexta-feira, 14 de julho de 2017

NUDEZ ESPIRITUAL - VESTIR A ROUPA DO PECADO!

“... E vendo Moisés  que o povo estava despido, porque Arão o havia despido para vergonha 
entre os seus inimigo” ( Êxodo 32:25).
A nudez espiritual é estar vestido a roupa do pecado. Adão e Eva ao pecarem sentiram-se nus (Gn. 3:7). O povo de Israel ao pecarem contra Deus, criando o bezerro de ouro, sentiu-se despido (texto acima). Vamos refletir sobre o tema: “ Nudez Espiritual – Vestir a Roupa do Pecado”. Lições que podemos extrair desse  episódio do povo Hebreu, no deserto:

sábado, 8 de julho de 2017

DUPLICIDADE - PROFANAR O PRINCÍPO DA CRIAÇÃO!

"Não pense tal pessoa que receberá  coisa alguma do Senhor, pois tem mente dividida e é instável em tudo o que faz"( Tg. 1:7)
O dicionário define a palavra duplicidade como: “ falso; fingido”, razão  suficiente para não  se praticar na vida.  Deus abomina todo tipo de duplicidade, mas ama aqueles  que  se  submetem as leis que regem as obras de sua criação.

A duplicidade é uma anomalia humana, uma maneira disfarçada em querer  adulterar as leis naturais de Deus. Querer estabelecer o falso no lugar do verdadeiro. Portanto, a duplicidade não é recomendada em nenhum aspecto da vida.  Vamos tomar como exemplo a lei da semeadura:
“... Não semearás a tua vinha de diferentes espécies de sementes, para que se não profane o fruto da semente que semeares e a novidade da vinha ”  ( Dt. 22:9)
Se usarmos de sinceridade este é um dos desafios mais difíceis da vida:  “não semear  diferentes espécies de sementes ”.  Na prática, como se  pegássemos  sementes de soja, milho, feijão, abóbora e semeássemos todas na mesma cova. Qual dessas sementes sobreviveria? Provavelmente nenhuma delas. Exatamente o que muitas pessoas  fazem com suas  vidas. Semeiam muitas coisas na vida, algumas desnecessárias, outras falsas, ocupando o lugar daquelas que são necessárias e verdadeiras. Semeiam como se a vida fosse um vale tudo. Deus abomina esse tipo de conduta por adulterar a essência do propósito da vida. É uma conduta em que o falso ocupa o lugar do verdadeiro. Uma   falsificação  que vai gerar consequências genéticas: “ para que se não profane o fruto da semente”. Profanar significa:  “ violar ou tratar com irreverência as coisas sagradas; desonrar, aviltar; tornar impuro”.  Alguns exemplos de profanar o fruto da semente: